BRASIL CONTABILIZA MAIS DE 75 MIL MORTES E QUASE DOIS MILHÕES DE INFECTADOS PELO COVID-19



A pandemia de coronavírus segue matando milhares de pessoas diariamente no Brasil. Nesta quarta-feira (15/7), foram registrados 1.233 óbitos, totalizando 75.366 mortes causadas pela covid-19. O número de novos casos segue crescendo. Nas últimas 24 horas foram registrados 39.924 novos infectados. No total, o país contabiliza 1.966.924 pessoas infectadas desde março. Os números foram informados no início da noite pelo Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass). O estado com mais casos confirmados e mortes segue sendo São Paulo, seguido do Ceará, Rio de Janeiro, Pará e Bahia. O Brasil segue em segundo lugar no ranking de países com mais mortes e casos da covid-19 no mundo, atrás dos Estados Unidos. De acordo com o mais recente relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), até o momento há 566,6 mil mortes e 12,7 milhões de casos confirmados no mundo. A América Latina e Caribe ocupam a segunda região com mais mortes por causa do coronavírus, atrás da Europa.


 O Rio Grande do Sul (RS) tem o segundo maior crescimento de mortes diárias de todo o país, atrás apenas do Mato Grosso do Sul. Na média, 38,4 gaúchos morreram diariamente por coronavírus na última semana. Trata-se de um aumento de 96,3% na comparação com a média de duas semanas atrás, quando havia 19,6 vítimas diárias. O estado registrou 41 óbitos por covid-19 nas últimas 24 horas, conforme boletim da Secretaria Estadual da Saúde (SES) divulgado nesta quarta-feira (15/7). Também foram notificados 1.321 novos casos da doença. Com isso, já são 1.101 mortes e 42.239 pessoas infectadas no RS, em 437 dos 497 municípios, desde o início da pandemia. Dos casos confirmados 35. 388 são considerado como recuperados. De acordo com a SES, as mortes informadas hoje ocorreram entre os dias 6 e 15 de julho. Os novos óbitos associados à covid-19 são de moradores dos municípios de Alvorada (2), Bento Gonçalves (2), Cachoeirinha, Campo Bom, Canos (2), Caxias do Sul, Dom Pedrito, Estância Velha, Farroupilha, Fontoura Xavier, Gravataí, Guaíba, Lagoa Vermelha, Montenegro, Morro Reuter, Novo Hamburgo (6), Pelotas (2), Porto Alegre (5), Rio Grande (4), Rio Pardo (2), Santa Maria, São Borja, São Leopoldo e São Sebastião do Caí. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado na tarde desta quarta estava em 75,2%, o que indica que vem crescendo diariamente desde a semana passada. Em Porto Alegre, este índice estava em 84,7%. Entre diagnosticados e pessoas com suspeita da doença, havia 272 pacientes nas UTIs da Capital. Porto Alegre segue sendo a cidade com maior números de casos, seguida de Passo Fundo, Lajeado, Caxias do Sul e Bento Gonçalves.

rodapé ed.png