MAJOR OLÍMPIO REVELA QUE ONYX MANDOU GOVERNO ABANDONAR MORO


O senador Major Olímpio (SP), líder do PSL, disse que nesta sexta-feira (10) que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, orientou aliados a "deixar para lá" a votação da medida provisória (MP) da reforma administrativa que transfere o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia. A informação do senador vem pouco depois de uma entrevista do deputado federal Luiz Lima (RJ), também do PSL-RJ, partido de Jair Bolsonaro, em que afirma ter sido 'chantageado' por deputados do chamado centrão durante a discussão sobre o destino do Conselho de Controle de Atividades Financeira (Coaf) em que prometeram apoiar Previdência se o órgão permanecer no Ministério da Economia.

De acordo com reportagem do G1, a assessoria de Onyx Lorenzoni informou que ele só comentará o caso após a votação da medida provisória no plenário. O texto que transfere o Coaf para as mãos de Guedes foi votado em uma comissão mista, ou seja, com deputados e senadores, nesta quinta (9). A mudança ainda precisa passar pela votação em plenário da Câmara e do Senado.

"Os deputados do PSL reagiram indignados à orientação de Onyx Lorenzoni, chefe da Casa Civil, para que deixassem para lá e deixassem votar em plenário a medida provisória do jeito que estava. [...] Os deputados do PSL, de forma muito acertada, se reuniram, pediram uma reunião com o presidente e tiveram a solidariedade do presidente. [...] É preciso que a articulação política do governo tenha e cobre posicionamento de quem diz que está com o governo e sai arrebentando o governo", afirmou Major Olímpio. O presidente Jair Bolsonaro defende a permanecia do Coaf com seu ministro Sergio Moro.

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM:

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/393009/Major-Ol%C3%ADmpio-revela-que-Onyx-mandou-governo-abandonar-Moro.htm



rodapé ed.png