TARSO DEFENDE "CONCERTAÇÃO" DE ESQUERDA PARA DERROTAR O GOLPE


O ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), defendeu uma "concertação" política, liderada pela esquerda, com Lula Livre, como estratégia para o Brasil retomar o desenvolvimento econômico e derrotar o golpismo. Tarso afirma que o golpe de 2016, que retirou Dilma Rousseff da Presidência da República e quebrou o pacto constitucional, fez um tremendo estrago no país. A crise política, social e econômica resultou em 14 milhões de desempregados, aumentos abusivos nos combustíveis, volta da fome e da miséria, dentre outras mazelas. O otimismo da proposta de Tarso Genro é baseado na decisão do STF, de inconstitucionalidade nas conduções coercitiva.


rodapé ed.png