TEMER NA CORDA BAMBA EM PROCESSO DO TSE QUE ANALISA CONTAS DA CAMPANHA DE 2014


Crescem os boatos de que o ministro Herman Benjamin, relator do processo das contas da campanha presidencial de 2014, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pode recomendar a cassação da chapa Dilma-Temer, sem separação de presidente e vice. A situação do presidente Michel Temer é extremamente delicada e muito embaraçosa, principalmente diante das novas evidências. É que a defesa da ex-presidenta Dilma Rousseff apresentou ao TCE documentos que confirmam o repasse de R$ 1 milhão feito pela empreiteira Andrade Gutierrez à campanha, por meio da conta do então candidato a vice, Michel Temer. Os documentos apresentados pela defesa de Dilma rebatem a versão do ex-presidente da Andrade Gutierrez (delator da Lava Jato, Otávio Azevedo) de que a propina, relativas a obras do governo federal, teria sido encaminhada ao diretório nacional do PT. Essa é apenas mais uma das inúmeras evidências de que o impeachment foi um golpe tramado de forma sorrateira para incriminar a presidenta eleita, Dilma Rousseff.


rodapé ed.png