TARSO AFIRMA QUE O GOLPE ESTÁ CONSOLIDADO E SUGERE A CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA FRENTE POLÍTICA PARA O


Na terceira parte da entrevista com Tarso Genro, ele fala sobre o impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff. O ex-governador do Rio Grande do Sul afirma que o golpe está consolidado, por meio da instalação de um estado de exceção não declarado no Brasil e orientado pragmaticamente para retirar o PT da cena pública do país. "O golpe foi dado, é um golpe político, institucional e está consolidado e lamentavelmente eu acho que a Dilma não volta para a Presidência da República. O que vai acontecer com o Brasil, na opinião de Tarso, é uma retomada das lutas democráticas e políticas e a esquerda terá de se reorganizar. "A minha colaboração, neste sentido, se reporta ao conjunto da esquerda e não ao PT em particular. Acho que a luta interna do PT está esgotada e não produz mais nada". Para Tarso o caminho é a construção de uma nova frente política para o país, que segundo o ex-governador, passa pela discussão de grandes projetos e de temas como a reforma política e até mesmo de uma nova constituinte.


rodapé ed.png