TARSO AFIRMA QUE DIRCEU É VÍTIMA DO CONTEXTO PARTIDÁRIO E COMETEU ERROS AO SE ENTREGAR À POLÍTICA T


Na segunda parte da entrevista com Tarso Genro, o ex-governador fala sobre suas divergências políticas com Zé Dirceu."Minhas divergências com Zé Dirceu sempre foram políticas, doutrinárias, teóricas e filosóficas e refletiam uma conduta diferente sobre o estado e sobre o partido. Não acho que o Zé Dirceu seja tudo isso que estão dizendo dele, eu acho que o Zé Dirceu é vítima também, além de ser autor de determinados erros e provavelmente ilegalidades, mas também é vítima de um contexto partidário que se entregou totalmente para a política tradicional. A maioria se transformou em políticos tradicionais e não querem quebrar essa lógica do sistema. Mas quebrar a lógica do sistema significa mais democracia e não menos democracia". Na opinião de Tarso Genro, o Brasil precisa de mais participação popular e mais controle público do estado. De acordo com Tarso, em determinado momento, o PT entrou em um processo de auto-tranquilização. "Tudo iria continuar assim e nós iríamos continuar crescendo, sem reformas, sem mudanças. Esse foi um equívoco grave e o Zé Dirceu compartilhou deste equívoco e agora está pagando duramente por isso".


rodapé ed.png