ORGULHO DA JUVENTUDE BRASILEIRA


O OLHAR DE ESPERANÇA DOS ESTUDANTES SE TRANSFORMARÁ NAS RUGAS DAQUELES QUE HEROICAMENTE LUTARAM E RESISTIRAM

O ano de 2016 ficará marcado na história do Brasil. Assim como em 1964, novamente um golpe derruba um governo eleito nas urnas, democraticamente pelo povo. Mas diferente de 1964, os milicos ainda não saíram dos quartéis.

Em São Paulo, maior cidade do país, os estudantes estão enfrentando o que de pior existe na sociedade e, consequentemente, na política A conhecida bancada da bala, que nada mais é do que a antiga UDN. A PM de São Paulo é uma amostra do que virá pela frente. Não sei como um homem, que se diz homem, consegue dormir à noite, após bater em um estudante, com corpo ainda de criança.

Estou com quase 50 anos e tenho orgulho de ser brasileiro.

Assim como tenho orgulho dos estudantes de São Paulo e dos estudantes do Brasil inteiro. Meninos e meninas que representam o futuro desse país enfrentando o que de pior há no Brasil. Os parlamentares que cumprem um papel nefasto na história do país e com truculência tentam impor a ordem. São os mesmos que desviaram a merenda que serviria para alimentar os jovens estudantes das escolas públicas.

Os corruptos de São Paulo integram e representam a parcela dos políticos que assaltaram o país. São os mesmos que agora tentam derrubar a presidente alegando corrupção. Com apoio da mídia, criam um contexto mentiroso e colocam uma parcela do povo contra o governo. Enquanto isso, a quadrilha segue livre, comandada pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha e pelo traidor Michel Temer.

Tenho certeza que haverá luta, assim como tenho certeza que os fascistas estão de plantão, em nome do coronel Brilhante Ustra, o covarde e cruel torturador e assassino dos jovens de 1964.

O cenário de São Paulo é um indício do golpe que começa a ganhar forma no Brasil. Como sempre, teremos uma guerra injusta. Espero que a esquerda tenha força para lutar e quando os dias de hoje se transformarem em história consumada, novamente restará o relato dos que heroicamente resistiram.

O olhar dos estudantes de hoje será as rugas do amanhã.


rodapé ed.png